Show de ex-vocalista do Iron Maiden é marcado por arrastão

Ataque ocorreu durante apresentação de Paul Di Anno

Polícia chegou a realizar buscas no entorno do bar, mas não identificou os responsáveis pelo arrastão

Dez pessoas foram vítimas de um arrastão durante o show do ex-vocalista da banda inglesa Iron Maiden, Paul Di Anno, na madrugada do último sábado (14), no bar Porão do Alemão, localizado no bairro Ponta Negra, Zona Oeste de Manaus.

Celulares e carteiras porta-cedulas, contendo documentos e dinheiro, foram alguns dos pertences furtados das vítimas. A Polícia Militar foi acionada ao local, mas pouco pôde fazer, já que os responsáveis pelo arrastão não foram identificados.

“Algumas dessas vítimas são meus amigos. Não sei o que aconteceu!”, declara o proprietário do lugar, William Robert Lauschner, que considerou o episódio desagradável.

Segundo ele, nos 12 anos de funcionamento do Porão do Alemão, nunca foi verificado um incidente deste tipo.  

Os relatos das vítimas do arrastão dão conta de que o ataque teria ocorrido por volta de 1h40, na ocasião em que iniciou a apresentação de Di Anno e sua banda.

Empolgado com o show, o público que se encontrava na parte da frente do palco, iniciou um empurra-empurra, momento em que os ladrões teriam aproveitado para furtar as vítimas.  

“Foi tudo muito rápido”, declara, o engenheiro agrônomo Rodrigo Vieira Leite, 39. Ele relata que ao começar o show, também teve início uma espécie de confusão.

Ao procurar o celular e a carteira porta cédulas, Rodrigo não os encontrou mais.

O administrador Wagner Crispin, 43, teve a carteira com dinheiro e documentos levados.

“Eles agiram muito rápido, num espaço de 5 a 10 segundos levaram a minha carteira”, disse.

Ao ser informado do arrastão, Willam Robert mandou que as lixeiras fossem reviradas e que fossem feitas buscas ao redor do bar na tentativa de encontrar os objetos furtados.

Duas carteiras foram encontradas, uma nas proximidades do banheiro e outra fora, mas ambas estavam vazias.

Ainda segundo Lauschner, o local dispõem câmeras de segurança,  e na hora do show havia cinco seguranças de frente para o palco, que não teriam percebido nada de anormal.

Com informações de Joana Queiroz*

fonte: Jornal A Critica

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s